• Mariah Schroden

REFORMA: IDEIAS E ALTERNATIVAS NA HORA DE CONSTRUIR

Atualizado: Mai 12

Você está pensando em mudar algo em sua residência ou comércio, mas ainda não sente segurança na hora de reformar? Confira algumas de nossas dicas e ideias e comece agora a sua reforma !





Índice do Artigo

  • Entenda suas necessidades

  • Economize na aplicação de um novo piso!

  • Aposte na praticidade

  • Reforme com segurança

  • Utilize a sustentabilidade a seu favor

  • Planeje sua reforma com algum profissional qualificado

  • Execute sua reforma com mão de obra confiável

  • Estabeleça os acordos profissionais necessários


É de senso comum associar reforma à bagunça, stress e problemas. Mas, ao contrário disso, ela vem com intuito de dar inovar o visual ou até atribuir nova utilidade ao ambiente. Escolher os materiais e a equipe certa podem ajudar a mudar esse pensamento negativo e fazer você amar a sua obra!


Confira algumas ideias e sugestões para sua reforma:


Entenda suas necessidades

É necessário entender, principalmente, se a mudança que quer fazer configura-se em uma reforma ou uma redecoração.


Para isso, basta fazer alguns questionamentos: será necessário construir ou alterar o posicionamento de uma parede ou de uma tomada? A iluminação será modificada? Será necessário trocar um revestimento?

Além disso, antes de reformar, pergunte - se o porquê de estar reformando. Definir suas prioridades e necessidades pode fazer com que você economize e saia mais satisfeito com o resultado.



Economize na aplicação de um novo piso!


Uma questão que sempre surge é se vale a pena trocar o piso ou revestimento . A resposta é sim! Existem hoje no mercado soluções mais simples, rápidas e mais baratas para você repaginar o visual da sua casa.

Uma dessas tendências em uma reforma é colocar cerâmica sobre cerâmica ou mais conhecido como, piso sobre piso. Isso acontece devido à sua facilidade de implantação e economia de tempo e mão de obra.

Além do mais, o uso desse método diminui os resíduos gerados por uma obra e evitam a bagunça no local. Para que esse recurso funcione bem é preciso que o piso preexistente seja compatível com a aplicação do novo revestimento. Alguns dos pisos utilizados nesses casos são: piso vinílico, o laminado, o cimento queimado e o porcelanato líquido.

Para saber mais sobre a aplicação dessa técnica: Piso sobre piso.


Deve-se lembrar, também, que muito provavelmente não será possível a realocação dos revestimentos para outra residência. Assim, o que é levado em consideração, é a qualidade de vida durante o período que se vai previsto para ficar nessa moradia. Tome como base o período que duram os contratos de locação. Geralmente costumam durar de 12 meses a 36 meses. Assim, a troca dos materiais, levando em consideração seu gosto particular e as suas necessidades, acabam valendo a pena.

Vale ressaltar que a aplicação dessas técnicas não beneficia apenas às pessoas que moram de aluguel. Mas a todos que querem evitar os incômodos da obra.

Dica: Preste atenção no assentamento do piso e dê preferência para que ele seja feito no mesmo sentido das paredes. Assentar o piso na diagonal pode ter como consequência um maior número de resíduos, devido aos recortes, e um aumento do orçamento.


Aposte na praticidade



Os papéis de parede estão sendo muito bem vistos nas reformas, já que são mais baratos e fáceis de implantar. Uma das alternativas mais utilizadas é a pastilha adesiva. Ela é fabricada com uma resina de poliuretano e aplicada com uma cola de alta resistência.

Uma outra tendência do mercado, é utilizar móveis com múltipla função. Eles ajudam a economizar espaço e possuem um design moderno para dar uma nova cara ao seu empreendimento.

Uma ideia bacana para quem mora em apartamento pequeno ou quer economizar espaço, é verticalizar, investindo nos espaços aéreos. Para isso, existem várias formas de se criar esses espaços. Uma dessas maneiras são as cremalheiras, que são sistemas muitos simples e fáceis de instalar, do tipo “faça você mesmo”. São compostas basicamente de três peças: montantes verticais, mãos francesas e prateleiras. São muito usadas em cozinhas, lavanderias e até mesmo em quartos e salas. Além das cremalheiras, podem ser usados, nichos, prateleiras e estantes aéreas afim de ganhar esse espaço a mais.

Aqui vai uma sugestão de artigo. Ele explica melhor como elas funcionam e também, mostram algumas ideias para vocês se inspirarem: Cremalheiras.

Dica: As pastilhas adesivas podem ser utilizadas em ambientes úmidos, como cozinha e banheiro. Além disso, tome cuidado na hora de comprar rolos de papel de parede. Certifique-se de que todos são do mesmo lote.


Reforme com segurança

Em muitas reformas pode ser necessário alterar além da parte estética do estabelecimento, atingindo, também, a parte estrutural do local. Isso requer uma atenção redobrada por parte do engenheiro contratado e do proprietário.

Algumas reformas podem ser realizadas sem que você tenha que se deslocar pelo local da obra. Contudo é necessário tomar alguns cuidados se o deslocamento for necessário. A segurança dos trabalhadores e das demais pessoas presentes no local não pode ser deixada em segundo plano.

Dica: Tenha sempre em mãos o projeto da obra preexistente, para evitar futuras fissuras e desmoronamentos em elementos estruturais da construção.


Além disso, informe-se antes de iniciar a reforma sobre o código de obras e o plano diretor da cidade.


Utilize a sustentabilidade a seu favor


Construir sustentavelmente é impactar o menos possível o meio ambiente e conseguir um retorno econômico atrativo. Sendo assim, muitas pessoas estão optando pela transformação imóvel em uma construção sustentável na hora de reformar ou construir.

Os pontos mais favoráveis ao cliente em uma construção sustentável são o conforto proposto e o retorno econômico. Para garantir o bem-estar dos habitantes é necessário possuir boa ventilação e iluminação no ambiente, de acordo com as características locais.

Ao visar um melhor uso dos recursos naturais essas construções se diferenciam pelo retorno financeiro. A economia futura de água e energia ao se utilizar sistemas de captação de águas pluviais ou placas fotovoltaicas atraem cada vez mais clientes.

Dica: Para casas ecológicas e sustentáveis é possível conseguir um desconto no IPTU, chamado IPTU verde.

Para mais informações sobre o IPTU verde fica aqui essa sugestão: IPTU verde



Planeje sua reforma com algum profissional qualificado

Está certo do que precisa e do que deseja fazer? Agora é o momento de procurar ajuda especializada. O auxílio de um profissional da área, engenheiro ou arquiteto, é fundamental para que a reforma saia como esperada.

Economize tempo: O profissional não só auxilia no planejamento, como também evita o surgimento de problemas futuros e, consequentemente, gastos desnecessários. Ele saberá indicar os melhores prestadores de serviço, os melhores materiais a serem utilizados, bem como locais de compra ideais.

Economize dinheiro: Um profissional da área fica responsável, também, pelo planejamento financeiro da obra. Assim como tudo, ter em nota todos os gastos a serem realizados é essencial para o controle de quanto poderá ser gasto e evitar desperdícios. Além disso, não são raros os casos em que proprietários acabam sendo enganados e comprando material muito além do necessário. Apesar disso, esteja ciente de que imprevistos podem, sim, vir a acontecer. Portanto, considere sempre uma margem de erro para o custo total previsto para a obra.

Controle os prazos: Por fim, além de projetar a reforma e fazer o planejamento financeiro, o profissional definirá, também, o cronograma de obra. Dessa forma, é possível saber quanto tempo a obra levará para ser concluída, além de controlar se as entregas estão saindo como o esperado.


Dica: use a tecnologia para visualizar melhor às mudanças necessárias a serem feitas na sua residência ou estabelecimento comercial . Existem alguns aplicativos que podem ser de grande ajuda!

Deixo aqui uma página que mostra alguns desses aplicativos e explica melhor como eles funcionam: Aplicativos de reforma.



Execute sua reforma com mão de obra confiável

Procure profissionais de sua confiança. Busque sempre recomendações de pessoas próximas que já tiveram experiências com esses serviços. Existem uma infinidade de situações e possibilidades que podem levar você a perder o controle do orçamento ou do cronograma de sua obra. Isso muitas vezes decorre da falta de profissionalismo de alguns prestadores de serviço.

Além do mais, partindo do princípio de que, quem contrata é leigo do assunto, acabam sendo vistos como parte vulnerável, mesmo que não seja verdade . Essa situação abre margem para que profissionais da área usem de má-fé com quem os contrata. Não é incomum esse tipo de situação acontecer, então fique atento quanto a isso.

Por fim, é sempre bom entrar em contato com um engenheiro ou arquiteto nessa hora. Ele provavelmente conhecerá uma boa mão de obra na sua cidade.

Dica: O mais recomendável é contratar serviços ao invés de diárias. Computa - se o tempo gasto, material, mão de obra, a metragem e, por fim, o valor final do serviço. Solicite a ajuda de um engenheiro nesse caso.


Estabeleça os acordos profissionais necessários


No processo de reforma, diferente da construção, é muito difícil prever todos os problemas que podem surgir pela frente. Por isso, é importante estabelecer e acordar com seu prestador de serviço todas as possíveis situações. Como o caso de atrasos na entrega.

Uma boa sugestão é que se faça um contrato onde exista uma cláusula de garantia. Ela estabelecerá a postura a ser tomada por ambos quando o imprevisto acontecer. O que costuma ser feito é o pagamento adiantado. Ou seja, normalmente usa-se de 5% ou até 20% do valor da obra para esses contratempos. Logo, se o reboco esfarelar, for preciso trocar uma tubulação ou uma parede rachar, não será necessário pagar um novo serviço. Os gastos com esses ajustes já terão sido estabelecidos.

Em resumo, a boa comunicação, responsável, honesta e assertiva entre contratante e contratado é essencial para chegar à melhor solução.

Dica: Evite pagar somente no final. Acontece que, deixando para pagar no final, esse trabalhador pode a colocar sua reforma de lado e encontrar uma outra. Porém, evite também pagar tudo adiantado. Procure pagar de acordo com parcelas que já foram entregues do serviço.

Um exemplo: pagar a primeira parcela ao pintor assim que o primeiro andar de um sobrado tiver sido pintado.


Lembrando que todas essas, são ações que devem ser combinadas antes, entre cliente e prestador de serviços.


Contratar um engenheiro ou arquiteto para fazer esse meio de campo para você, também seria uma solução.


Gostou das dicas? Confira outros conteúdos que podem te ajudar!

Como saber se está na hora de reformar? Saiba Quanto custa contratar um engenheiro civil? E entenda Por que contratar uma Empresa Júnior?


1,573 visualizações

Quer construir seus sonhos com uma base forte? Venha para a Alicerce.

MÍDIAS SOCIAIS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey LinkedIn Icon

CONTATO

Avenida Brasil Norte, 364 - Sala 4

Ilha Solteira - SP, (ao lado da Kikão)

 

Fixo: 3743-1000 Ramal 1412

Whatsapp: (18) 99623-2111

Antendimento: Seg. à Sex.
Horário: 8h30 às 12h - 14h às 18h

alicerce@alicerceejr.com