google-site-verification: googled55d6f38886f7832.html google-site-verification: googled55d6f38886f7832.html TUDO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE CONTAINERS NA CONSTRUÇÃO CIVIL
  • Maria Júlia Bartucci

TUDO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE CONTAINERS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Atualizado: Mai 12

Você sabia que reutilizar containers na construção civil pode garantir projetos até 30% mais baratos que os convencionais? Veja mais sobre como garantir uma obra econômica e sustentável!




Você está querendo construir ou reformar, fazer algo moderno e bonito, mas possui tempo limitado e baixo orçamento? É possível conseguir tudo isso e ainda superar as suas expectativas! Além de modernizar o imóvel, a utilização de containers é uma alternativa sustentável e agride bem menos ao meio ambiente.


Entenda como esse tipo de construção ganha cada vez mais espaço no mercado. A utilização de containers pode ser a melhor escolha para você, para o meio ambiente e para o seu bolso.


Índice do Artigo

  • Desperdício e descarte transformados em uma construção sustentável

  • Vantagens do container na construção civil: a solução

  • Cuidados necessários para o uso do container

  • Difusão do container no mundo


Desperdício e descarte transformados em uma construção sustentável

Se você se preocupa em construir de forma a agredir o menos possível meio ambiente, aqui está a solução. Você pode não só evitar agreções ao meio, como pode também ajudá – lo.


Os containers são comumente utilizados para transporte de cargas, tanto marítimos quanto terrestres, oferecendo segurança, inviolabilidade e rapidez no transporte. Estima-se que são utilizados 5000 containers por ano! Entretanto, após 10 ou 20 anos de uso no transporte de cargas, o produto torna-se já não recomendável.


Por ser um material não biodegradável, são descartados, permanecendo na natureza por mais de 120 anos! Fato extremamente prejudicial ao meio ambiente e que pode ser evitado se utilizado para outras finalidades. Além dos fins sustentáveis, os containers podem proporcionar muitos benefícios para quem o utiliza na construção civil, por exemplo.


A construção civil é uma das atividades menos sustentáveis do mundo, gastando 50% dos recursos naturais para tal uso. A utilização de cimento libera gases que intensificam o efeito estufa. Além disso, 60% do lixo nas grandes cidades provêm da construção civil. Entretanto, sabemos que é impossível vivermos sem essa área, já que somos dependentes das casas, ruas e ambientes em geral.


Mas o melhor de tudo, é que você ajuda não só o meio ambiente, mas ajuda também a si mesmo!

Vantagens do container na construção civil: a solução


Antigamente, já eram utilizados como “almoxarifado” em obras, por oferecem mais comodidade, mobilidade e organização. Isso por ser uma estrutura modular desmontável que pode ser alocada com facilidade, além do aluguel possuir valor completamente acessível.


Foi então que, na Inglaterra, a partir dos anos 90, consideraram a opção de utilizá-los como elemento arquitetônico. Trazendo um ar industrial e contemporâneo, típico da geração atual, as vantagens não vieram apenas na parte visual da construção:

  • Econômico: Pode trazer uma economia que varia de 20% a 40%, já que muitas vezes as fundações e terraplenagens são desnecessárias. Os pontos de apoio que os contêineres necessitam são mínimos e podem manter a geografia do terreno praticamente intacta. Além disso, a estrutura já está quase pronta, reduzindo mão-de-obra, orçamento para transporte e tratamentos contra agentes externos.


  • Mais rápido: Por ser uma estrutura modular, há maior velocidade na execução do projeto em comparação a métodos convencionais de obras. Assim, pode ser entregue, em média, em 40% do tempo de uma construção do mesmo porte, se feita em alvenaria.


  • Versátil: Há também grande versatilidade em montá-los, de forma que a planta do imóvel fique agradável para o proprietário. É fácil aumentar o espaço construído durante ou depois das obras, caso a família cresça ou o escritório contrate funcionários.


  • Resistente: São recomendados para a construção, por possuírem uma alta resistência, já que são feitos, geralmente, de aço, alumínio ou fibra. Podem ser empilhados em até 9 unidades para construção de imóvel, considerando um peso máximo de 25 toneladas por pavimento.


  • Mais organizado e sustentável: O acabamento e vedação interna do container é feita com Dry Wall, sendo apenas instalado. Isso diminuindo muito a quantidade de entulho durante as obras, além de acarretar um fluxo de construção muito mais ágil.


Muitas pessoas, mesmo que não a maioria, ainda resistem ao uso dessas estruturas modulares em construções residenciais, lojas e escritórios. Isso por não conhecerem as vantagens econômicas e sustentáveis, além dos tratamentos feitos para adaptá-los ao uso residencial.


E não pense que o imóvel ficará com um aspecto bruto, como os containers utilizados no transporte elevado de cargas. Hoje em dia esse aspecto é muito diferente e pode trazer características de uma construção moderna e elegante. Entre 20 e 60 mil reais de orçamento, é possível construir um imóvel aconchegante e com um bom espaço.


Cuidados necessários para o uso do container


  • Analisar a viabilidade: O primeiro cuidado a se tomar quando falamos em construção com containers, é analisar se ela será viável. Isto é, observar o espaço oferecido, as características do local e imaginar se o destino do imóvel se encaixa nessa construção.


  • Alocação: Por ser feito de metal, é recomendado não ser alocado onde receba luz direta do Sol. Nesse caso, ele esquentaria muito e o uso de refrigeradores de ar seria mais intenso e por muito mais tempo. Isso, a longo prazo, descartaria a vantagem do material ser econômico.


  • Isolamento térmico: Em dias muito frios o metal esfria bem mais e pode transformar o ambiente num local nada confortável. É importante lembrar que o isolamento térmico pode ser interno ou externo. O interno é o mais econômico, mas não tão eficiente. Além disso, ocupa o espaço que poderia ser utilizado para alocação dos móveis e movimentação no ambiente. Já o externo, pode ser utilizada uma camada de até 30 cm de espessura. Contudo, sua vedação precisa ser mais resistente ao intemperismo, encarecendo o tratamento.


  • Isolamento acústico: Necessário para evitar eco e barulho de quando algo atingir a parede ou o chão do metal.


  • Desintoxicação: Atenção se o módulo utilizado tiver sido reciclado. Será necessário fazer um tratamento retirando qualquer substância tóxica existente por conta da tinta que revestia ou pelas cargas transportadas. A utilização de tintas com base de silicato são boas indicações. São tintas ecológicas, que não utilizam solvente, não possuem cheiro e não são combustíveis.


  • Reforço extra: É necessário contratar mão-de-obra especializada para operar os guindastes que moverão os containers até sua alocação final. Além de cortar os espaços onde estarão as portas e janelas e os encaixes de um módulo para o outro. Afinal, containers são estruturas já prontas. É importante ressaltar que ao recortar partes do container, a estrutura é prejudicada. É então preciso reforçá-la com Steel Frame ou até vigas e colunas, dependendo do caso.


  • Tratamento antichamas: Necessário por se tratar de uma estrutura feita de metal. O tratamento costuma ser barato como a lã de vidro, a lã de rocha, ou até mesmo isopor. Então, é preciso fazer o revestimento, geralmente feito de Dry Wall, mas algumas vezes, também com placas de cimento. Assim, o local torna-se confortável e pronto para ser utilizado. Lembrando que esse planejamento e os tratamentos são importantes para que o projeto caiba no bolso.


Difusão do container no mundo


Muito comum no Japão e na Europa - principalmente Inglaterra e Holanda – usado graças a sua facilidade de deslocamento e expansão de projeto.


A Holanda abriga a maior vila de containers do mundo, com o projeto chamado Keetwonen. Construída com 1034 containers reciclados, os módulos servem como moradia de estudantes. A empresa responsável precisou fabricar 40 containers por dia para suprir a demanda no tempo previsto para a construção.



Já em Tel Aviv, está uma das mais importantes sedes de operações de Israel, com projeto todo feito com containers. O curioso dessa construção está na escada posicionada há 30º, para a instalação da escada que leva ao segundo andar.



Outro exemplo é a estação de pesquisa na Antártida, Bharati Antártico. Foi planejada com o intuito de poder ser montada e transportada sem deixar vestígios no local. A estação foi construída, então com 134 containers e recoberto com um material metálico. As instalações são auto suficientes de energia e os containers foram envoltos em uma camada de isolamento aerodinâmico.




No Brasil, temos algo bem diferente em Lagoa Santa, Minas Gerais. Não sendo utilizado para moradia, o imóvel é destinado à instalação de um periscópio. Foi utilizado um container de 12 metros, com 2 espelhos que permitem observar a lagoa que dá nome à cidade. O projeto foi colocado em uma amostra de arquitetura em containers, dando destaque a essa inovação.



Um exemplo final é como realmente o container está sendo utilizado como uma estrutura habitável, aqui mesmo no Brasil. Um projeto em Piracicaba foi o primeiro a ser construído aqui no país, oferecendo 28 apartamentos em 2 prédios.




Gostou das dicas? Veja outros sistemas construtivos modernos que ganham cada vez mais espaço no mercado, ajudando seu bolso e o meio ambiente: Steel e Wood Frame , Estruturas pré - moldadas e conheça também as Novas Tecnologias da engenharia Civil.


Vai construir e não sabe por onde começar? A gente pode ajudar!

Alicerce Empresa Júnior de Engenharia Civil – Projetos de solução e realização de sonhos.



0 visualização
Muro de cimento rachado
Quer construir seus sonhos com uma base forte? Venha para a Alicerce.

CONTATO

Avenida Brasil Norte, 364 - Sala 4

Ilha Solteira - SP, (ao lado da Kikão)

Fixo: 3743-1000 Ramal 1412

Whatsapp: (18)996232111

Antendimento: Seg. à Sex.
Horário: 8h30 às 12h - 14h às 18h

MÍDIAS SOCIAIS

facebook.png
instagram.png
whatsapp.png