UTILIZAÇÃO DE CONTAINERS NA ENGENHARIA CIVIL

October 15, 2019

Você sabia que reutilizar containers na construção civil pode garantir projetos até 30% mais baratos que os convencionais? Veja mais sobre como garantir uma obra econômica e sustentável!

 

Normalmente os containers são utilizados no transporte de cargas marítimas, contudo seu uso na construção civil não é novidade, já que os mesmos são alugados para se tornarem um “almoxerifado’’ no canteiro de obras, oferecendo mais comodidade, mobilidade e organização, pois é uma estrutura modular desmontável que pode ser alocada com facilidade, além do valor do aluguel ser baixo e completamente acessível.

A inovação se dá no uso de containers como um elemento arquitetônico, garantindo o reaproveitamento desses cofres de carga que normalmente ficam abandonados nos portos. São uma solução sustentável, barata e prática para a construção de residências, escritórios e até comércios.​

Origem na construção civil

 

A ideia de transformar containers em construções começou no início dos anos 1990, na Inglaterra. Alguns arquitetos viram módulos abandonados em docas ou perto de estações de trem e pensaram em novas formas de utilizá-los depois de não servirem mais ao transporte de cargas.

Muito comum no Japão e na Europa esse tipo de aplicação se destaca pela facilidade no deslocamento e expansão do projeto. A Holanda abriga a maior vila de containers do mundo, com cerca de mil casas que foram construídas para estudantes. Já no Brasil a apresentação de protótipos em eventos de arquitetura deu destaque a essa inovação.

Como funciona a reutilização

 

 

O container tem vida útil aproximada de 20 anos – varia conforme o tipo de material que transporta e fatores externos aos quais ele está sujeito, como a maresia. Após esse período, seu reuso é muito adequado na construção civil, já que é feito para suportar até 25 toneladas de carga e pode ser empilhado em até 8 unidades em cima de um navio.

Para essa utilização, o container passa por um processo de tratamento e recuperação que inclui limpeza, funilaria, serralheria, pintura, revestimentos e acabamentos. A preparação da estrutura é feita na fábrica e no próprio local, dependendo das características de cada projeto e o transporte é feito por guindastes e caminhões até o local de instalação.

Vantagens de sua utilização

 

 

A aplicação do container na construção civil é sustentável pelo próprio reuso do material sendo um descarte a menos na natureza. Além de sustentabilidade, o container garante economia de recursos naturais, menor uso de areia, tijolo, cimento, água, ferro, etc. Na instalação, por exemplo, não requer serviços de fundação e terraplenagem e é possível manter até 90% do solo permeável, pois os pontos de apoio que eles necessitam são mínimos, ou seja, pode-se conservar a geografia do terreno praticamente intacta. Por ser uma estrutura modular, possui maior velocidade na execução do projeto em comparação a métodos convencionais obra. É entregue, em média, em 40% do tempo de uma construção do mesmo porte, se feita em alvenaria. É possível que o container seja desmontado e transportado para outro terreno e suas características modular e geométrica permitem diversas configurações, facilitando a construção e/ ou montagem.

​Cuidados a serem tomados

 

 

Não adianta fazer um projeto que dependa de muito ar condicionado (e, portanto, energia) e achar que é sustentável apenas pelo fato de ser um container. É necessário combinar outras soluções ecologicamente responsáveis, como sistemas inteligentes de ventilação e aquecimento, por exemplo.

Existem diversas soluções para climatizar construções com container. Materiais de isolamento, como re

 

 

vestimentos térmicos e pinturas reflexivas são algumas delas. O conceito de arquitetura bioclimática também é uma alternativa otimizando a utilização dos recursos naturais disponíveis, sem contar que contribui para a sustentabilidade do projeto. O ideal é que se faça um estudo de conforto térmico, iluminação e ventilação do local de instalação para realizar um projeto adequado. Desta maneira, é possível reduzir e até evitar a necessidade do ar condicionado. Além disso, é preciso providenciar um bom isolamento acústico, a fim de evitar o eco e o barulho metálico toda vez que alguma coisa atingir as paredes. O isolamento é colocado entre a estrutura de aço dos containers e as placas de cimentos ou drywall. Planejar os revestimentos, o isolamento térmico e acústico é fundamental para que o projeto não saia do orçamento.

Share on Facebook
Please reload

Posts Em Destaque

COMO ECONOMIZAR NA OBRA?

April 1, 2019

1/6
Please reload